Cocar Vermelho || Coleção SELEÇÃO

Hi8v4mnw1bcq5qx7gp0b

"O que fala semeia; o que escuta recolhe."

Pitágoras

O quê:

Fotografia de um cocar antigo do povo Xikrin confeccionada com plumas de arara vermelha. Os Xikrin, que vivem nas Terras Indígenas Cateté e Trincheira Bacajá no Estado do Pará, tiveram o primeiro contato formal com não-índios em agosto de 1952. Essa peça é um ornamento do chefe da tribo. Hoje em dia, esse tipo de peça não se encontra mais pois é proibido o comércio de objetos feitos com produtos de espécimes da fauna silvestre.

Por quê:

Os valores dos povos indígenas têm muito para nos ensinar. O povo Xikrin, grupo de língua Kayapó, celebra a audição e a palavra. Por essa razão, eles perfuram, logo na infância, os órgãos correspondentes, ou seja, as orelhas e os lábios. Ouvir está diretamente relacionado ao saber, à aquisição do conhecimento. A oratória, por sua vez, é uma prática social muito valorizada pelos grupos kayapós em geral, que se definem como aqueles que falam bem e bonito – Kaben mei – em oposição a todos os outros povos que não falam sua língua.

Ver fotos do fotógrafo: