Tocadores de flautas urua || Renato SOARES

Cyh9ej9e75tnejpjvodf

"Não é o sangue que faz uma familia. São os rituais. Esses encontros durante quais cada um sabe com certeza o papel que ele tem que desempenhar. "

Catherine Locandro

O quê:

Durante a festa "Kwarup" celebrada pela tribo indígena Alto-Xingu, perto do rio Tuatuari, um ritual especial é praticado a fim de homenagear os mortos e acompanhar o passagem dos espíritos até a aldeia dos mortos. Durante horas o som das flautas Uruá faz ecoa, os tocadores passando de casa em casa para avisar da celebração tradicional.

Por quê:

“Eu quero mostrar”. A obra do Renato se encaixa num projeto ainda mais ambicioso (projeto “Ameríndios do Brasil”) de criar o acervo fotográfico etnográfico mais completo do Brasil, ou seja, um “documento precioso de inclusão dos povos originais do Brasil”.

Ver fotos do fotógrafo: